Politicas publicas | O que fazer para gerar menos lixo

Gostou? compartilhe!

Conheça

Se nos anos 80 a frase mais expressada pela juventude era Diretas Ja! No seculo 21 tende a ser Participacao Ja! Uma das locomotivas desse novo movimento social no Brasil e o meio ambiente.

Como o assunto e tendencia, a questao ambiental nao deve ser motivo de conflitos a moda antiga, entre defensores da sociedade de consumo e anticonsumstas.

O embate deve se dar entre gestoes publicas fechadas e transparentes. Entre empresas obsoletas e modernas. Entre sociedade desinformada e aquelas em busca do bem-estar comum.

As pessoas querem saber, por exemplo, como o lixo que produzem esta sendo tratado. Sim. Esta sendo reciclado corretamente? Os rejeitos estao sendo depositados em locais adequados, que nao contaminem o solo?

As pessoas e empresas vao se perguntar tambem se nao estao produzindo muito lixo. A lixeira la de casa esta fora de controle? Por que? Os papeis no escritorio sao reutilizados? O que faco para evitar desperdicios?

Olhar com mais carinho o proprio lixo sera o contraponto da populacao e das empresas nessa nova revolucao comportamental que se anuncia.

A pressao tende a aumentar, e os governos terao de agir com presteza para garantir a aplicacao das novas leis ambientais (exemplo: Lei 12.305/2010), sem comprometer o equilibrio da cadeia produtiva.

A maioria quer avancar, mas ha poucos recursos financeiros disponiveis. Por isso, e preciso compreensao geral, pois o processo sera relativamente longo ate que se chegue a um equilibrio, uma vez que nao se muda comportamento coletivo com rapidez. Nao se muda estrutura produtiva com rapidez.

O importante agora e se sintonizar com a revolucao que se processa e a palavra de ordem e: Participacao Ja! O empresario que agir primeiro sai na vantagem.

Whatsapp Augusto Whatsapp Augusto