Incubadoras | Para fomentar o empreendedorismo

Gostou? compartilhe!

Conheça

A criacao de incubadora e uma alternativa eficaz para estimular o desenvolvimento de micro e pequenas empresas, industriais ou de prestacao de servicos, com base tecnologica ou de manufatura leves, mas de alto valor agregado. Elas contribuem tambem com inovacoes nas cadeias produtivas afins. Por isso seu desenvolvimento deve receber a atencao das empresas ja consolidadas.

Por ser uma fase embrionaria, essa especie de laboratorio para o empreendedorismo deve ter uma relacao estreita com universidades e centros de pesquisa, onde os envolvidos nos projetos podem recebem suporte tecnico, gerencial e formacao complementar de professores e especialistas, visando lapidar suas ideias e processos, ate a colocacao dos produtos ou servicos no mercado.

Pelo menos e assim que funciona nos paises desenvolvidos, onde o estimulo a inovacao tecnologica e a alma do negocio, da criacao de novos mercados e da geracao de riqueza. As incubadoras sao galpoes adaptados para alojar temporariamente jovens ousados e sonhadores, com excelentes ideias, mas sem capital para investimentos. Seus projetos sao avaliados por terem, em tese, alto potencial de impacto no mercado global. Por isso, sao fortemente estimulados pelo governo ou pelas instituicoes que os incorporam com linhas abundantes de financiamento.

No Brasil a situacao e diferente. As incubadoras tem sido fomentadas exatamente pela falta de ambiente para o ingresso de jovens empresarios no mercado, vitimas de uma sociedade com baixa cultura empreendedora, onde inexistem redes de cooperacao entre empresas e centros de estudos e pesquisas. O quadro e agravado pela forte carga tributaria e burocracia excessiva, alem dos altos indices de desemprego e da carencia do setor educacional. Tanto e que o perfil medio dos negocios brasileiros continua sendo de empresas que atuam com produtos e servicos tradicionais, de baixo valor agregado e baixo potencial expansivo.

O fato e que o conceito de desenvolvimento economico esta cada dia mais associado a inovacao e nem mesmo um pais engessado como o Brasil, avesso ao empreendedorismo, pode dar as costas a essa tendencia natural. Para enfrentar tais barreiras, o Sebrae, junto as entidades patronais, tem se emprenhado em facilitar a criacao de incubadoras. Muitas universidades tambem ja se despertaram para a necessidade de estimular o empreendedorismo de seus estudantes, vislumbrando a insercao de seus projetos em parques tecnologicos. O resultado esta sendo um processo crescente de fortalecimento de novos nucleos de trabalho e pesquisas, espalhados pelo pais, seguindo vocacoes regionais, mas orientados a um mercado abrangente e exportador.

No entanto, mesmo nos casos de incubadoras bem sucedidas no pais, a luta para nao se enredar nas teias do retrocesso, alimentadas pela burocracia governamental excessiva, parece sem fim. Essas teias contraproducentes costumam se formar no silencio, envolvendo toda estrutura sensivel que carece de uma politica industrial para seguir adiante. Sendo assim, integrar uma incubadora e uma aventura que exige nao so visao de futuro, mas tambem habilidades para nao ser pego logo adiante, quando a empresa estruturada for exposta as regras duras do mercado.

Whatsapp Augusto Whatsapp Augusto