A contabilidade de custos como ferramenta de gestão

Gostou? compartilhe!

Conheça

--O ponto chave do sistema é a flexibilidade, devendo ser capaz de fornecer informações diferentes para propósitos diferentes.

--Para alcançar vantagens competitivas, a redução de custos é fundamental. Por isso, conhecer e acompanhar a evolução do custo deve ser uma constante no exercício diário da contabilidade de custos. Com isso, é possível não apenas ampliar a competitividade, mas também conhecer a rentabilidade e a viabilidade econômica do negócio para definir ações estratégicas que fortaleçam a empresa no mercado.

--A falta de informações sobre custos significa desconhecer o próprio lucro e os produtos que não trazem margem de contribuição. A consequência dessa falta de controle tende a ser menor rentabilidade, mau gerenciamento do capital investido na formação de estoque e, por fim, não saber quais são as ameaças à estabilidade econômica e financeira da empresa. Um coquetel explosivo que pode colocar o negócio em más situações.

--As organizações saudáveis precisam de informações. Com a dinamização dos métodos de produção, precisam também de novas medidas de controles e atribuições para integrar os custos às áreas de desenvolvimento, engenharia, produção, vendas, distribuição, atendimento ao cliente etc.

---Contabilidade de Custos

--A contabilidade de custo presta esse serviço, como ferramenta de gestão, para fornecer informações à administração que facilitem o gerenciamento das atividades produtivas, comerciais e financeiras, além de cumprir exigência fiscal. Permite ao gestor compreender e estruturar os custos dos produtos e serviços, atividades, processos e outros objetos com visão de curto e longo prazo.

--Conhecendo os custos, a empresa consegue gerenciar suas atividades, atendendo as funções de planejamento, controle das operações, tomada de decisões e determinação do lucro. Com as informações é possível aplicar ações corretivas, determinar padrões, fazer orçamentos e provisões, estabelecendo comparações entre custo real e o custo orçado. De maneira prática, em forma de relatórios, chega-se à rentabilidade da empresa.

--A contabilidade de custos determina o valor do custo dos bens produzido para formar os valores do estoque de produtos acabados e de produtos em processo, que integram o ativo da empresa na composição do balanço patrimonial, e o custo dos bens produzidos e vendidos no período, que integram o resultado do período, determinando o custo dos produtos vendidos na demonstração de resultado do período.

--Assim, na Demonstração de Resultados, os custos de produção integram os custos dos produtos vendidos, quando vendidos; e, no Balanço Patrimonial, na conta de estoques, enquanto não vendidos. As despesas de vendas e administração, com o conceito de despesas do período, integram, na Demonstração de Resultados, as despesas operacionais.

--Enfim, custos são gastos em produtos e serviços para produzir benefícios futuros, que estão diretamente relacionados ao processo de produção de bens e serviços.

--Sua gestão requer profunda compreensão da estrutura organizacional, pois este conhecimento é fundamental para definição do sistema, que não está limitado a critérios formais e normas técnicas, como está o sistema de contabilidade financeira. No entanto, para servir como instrumento de gestão, o sistema de contabilidade de custo deve ser integrado à contabilidade financeira.

--O ponto chave do sistema de contabilidade de custo é a sua flexibilidade, devendo ser capaz de fornecer informações diferentes para propósitos diferentes, servindo ao mesmo tempo o usuário interno e externo, possibilitando respostas diferentes e apropriada à necessidade de cada usuário interessado. O sistema de contabilidade de custo deve moldar a empresa ao ponto que gestores e contadores estejam sintonizados e entendam as informações da contabilidade em tempo real.

Whatsapp Augusto Whatsapp Augusto